Receba as Matérias e Novidades do GrãoDoDia

Arábica e Robusta

By Alex Melo - agosto 01, 2017

Conhece as diferenças entre o café 100% arábica e o café robusta? Com certeza você já deve ter ouvido algo envolvendo os termos café arábica ou robusta! Verdade? Tipo, 'o café daquela xícara é do tipo robusta'? Ou algo do tipo, 'o café que você compra na sua cafeteria preferida é 100% arábica'?  

Robusta e arábica, serão as protagonistas de hoje! Dois mundos, duas plantas, dois cafés, duas paixões!

Descubra com a gente de onde veio cada um, quais as variedades de tipos em grãos do arábica e com qual deles são feitos os cafés especiais e gourmet! Chega mais!

Foto Divulgação.

Definições


Arábica (natural da Etiópia, supostamente uma das primeiras espécies de café a ser cultivada no mundo) e Robusta (originária da África Ocidental, é cultivada principalmente na África e no Brasil onde é chamado às vezes de Conillon). Os cafés da linha especiais e gourmet são do tipo 100% arábica.

No Brasil: as plantas mais comuns cultivadas nas regiões produtoras brasileiras tem a seguintes variações de arábica:


Catuaí, Bourbon, Acaiá e Mundo Novo

1. Catuaí

Um dos poucos cafés que se pode tomar sem utilização de açúcar ou adoçante. Plantado em altitudes mais altas, que proporcionam um sabor mais acentuado e permite ao grão de café absorver mais intensamente os açúcares naturais no processo de maturação. É um café leve e suave com acidez média.

Variedades: Amarelo e Vermelho.

O Catuaí amarelo é menos encorpado do que o vermelho. Portanto, dependendo do sabor almejado um blend que inclua ambos pode ser mais satisfatório.

2. Bourbon

De aroma intenso, suave e com textura achocolatada, é considerado uma das melhores variedades para produção de cafés gourmet. As plantas podem atingir até 3 metros de altura, com frutos de mesmo formato que o café comum, porém, são ainda menores. É bastante suscetível à doenças e pragas de cultivo.

Variedades: Amarelo e Vermelho.

3. Mundo Novo

O tipo Mundo Novo é um cruzamento entre 2 tipos, o Sumatra e o Bourbon Amarelo. Sua formação é de 50% Bourbon e 50% Típica (Sumatra). Os frutos apresentam boa uniformidade de maturação em razão das 3 floradas. Produzindo um café de ótima qualidade pelo baixo percentual de grãos verdes apresentados na colheita.

4. Acaiá

Originou-se da seleção de plantas individuais de cultivo Mundo Novo, sendo portanto, originado de um Mundo Novo. O nome Acaiá, em tupi-guarani, significa frutos com sementes grandes, o que caracteriza os cultivos deste grupo. É possível que as sementes maiores de Acaiá tenham provindo da Sumatra.


Lembrando que o melhor café, em sabor e aroma, depende de como os grãos são torrados e moídos. Todos os tipos de café citados podem produzir excelentes cafés!!!

Veja Também:
Confira aqui 7 métodos de preparo para o seu café
Dicas de Baristas: 6 Segredos no Preparo de seu Café 
Veja como foi a comemoração do Dia do Café em São Paulo no Instituto Biológico


Agora que já consegue diferenciar os tipos de grãos de café mais consumidos aqui no Brasil, faça o teste, pratique... comece a perguntar ao seu barista qual a fruta de café que eles utilizam! 

Será uma boa prática, com certeza! =)

Não deixem de marcar seus momentos cafezinho usando a #GraoDoDia.

Imagem: Pixabay.

*  *  *

Nos Sigam nas Redes Sociais 

Grão Do Dia ☕  
- um pouco de café - um pouco de cor -
IG: @graododia (instagram.com/graododia)
Facebook: facebook.com/graododia
Twitter: twitter.com/graododia
Site/blog: www.graododia.com

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários